sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Livro Solidário incentiva produção artística de alunos de escola pública


A Imprensa Oficial do Estado, por meio do projeto Livro Solidário, lança no dia 5 de março de 2015, às 10 horas, na sede da autarquia, o projeto Sarau “Livro Solidário”. Trata-se de um projeto  que  visa  estimular  a  realização  de  atividades  voltadas  para  a produção de poesias, contos, peças de teatro, desenhos e demais manifestações artísticas que sejam resultado da leitura de livros em sala de aula ou nos espaços de leitura já existentes.
Toda essa produção será exposta à comunidade durante o Sarau, momento em que os alunos vão apresentar seus talentos sob vários formatos: poesias, memórias literárias, histórias em quadrinhos, desenhos, ilustrações dentre outras expressões artísticas. A proposta é que o Sarau aconteça concomitante  ao período  da Feira  do  Livro, especialmente entre os dias 1 a 5 de junho de 2015, nas dependências da própria escola e a comunidade seja convidada a participar e prestigiar.
Espaço de Leitura - Este ano será implantado mais um Espaço de Leitura. Será na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio “Mário Barbosa”, na Terra Firme. A escola foi reformada e foram realizadas as adequações para o Espaço conforme orientação da engenheira da Sedop em parceria com a IOE.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Projeto Livro Solidário vai chegar a comunidades quilombolas

 
O projeto voluntário Livro Solidário, de incentivo à leitura, retoma as atividades de arrecadação de livros, revistas e gibis para formar acervos dos Espaços de Leitura, que este ano deverão chegar a comunidades quilombolas da Região Metropolitana de Belém. Coordenado pela Imprensa Oficial do Estado (IOE) e vinculado ao Núcleo de Articulação e Cidadania do Governo do Estado, o projeto pretende implantar Espaço de Leitura também no Conjunto Panorama XXI e no bairro da Terra Firme.

A primeira comunidade quilombola visitada pelo projeto foi a do Abacatal, em Ananindeua. Os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Manoel Gregório Rosa Filho que funciona no quilombo receberam kits educativos com gibis e livros para colorir durante evento em comemoração ao Dia de da Consciência Negra, em novembro do ano passado. “Fizemos uma visita à comunidade nessa data e a receptividade dos professores e alunos foi muito grande. O interesse deles em ter um Espaço de Leitura na biblioteca da escola, nos fez expandir as ações do Livro Solidário”, contou a coordenadora do projeto, Carmen Palheta, acrescentando que outra comunidade quilombola já mostrou interesse em receber as ações do projeto.

Sustentabilidade – Apesar de não estimular doação de livros didáticos, o  projeto tem recebido, ainda, muitas doações do gênero e outras que não se encaixam no perfil dos Espaços de Leitura. Para que não se transformem em lixo, as obras são doadas para associações e cooperativas de catadores de papel apoiadas pela para Prefeitura de Belém para serem recicladas. “Essa é uma maneira de contribuir com a sustentabilidade do nosso meio ambiente. Dessa forma nada do que é doado se perde”, justificou Carmen Palheta. 

SERVIÇO: Quem estiver interessado em fazer doações, deve entrar em contato pelos telefones (91) 4009-7800/7847 ou comparecer na sede da Imprensa Oficial, localizada na Travessa do Chaco, nº 2271.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Livro Solidário leva alegria para crianças da Ilha das Onças

O projeto Livro Solidário coordenado pela Imprensa Oficial do Estado (IOE) foi um dos parceiros do Natal D’Água promovido pela governo do Estado que atendeu as comunidades ribeirinhas com entrega de presentes e cestas básicas. A equipe do Livro montou um teatrinho de fantoches que divertiu a garotada da Ilha das Onças na última sexta-feira, 12. Confira nas fotos de Fernando Sette.
























quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Projeto Livro Solidário desenvolve ação lúdica para pacientes com câncer

Crianças e adolescentes em tratamento contra o câncer no Hospital Ophir Loyola participaram nesta quarta-feira (03), de uma ação especial do Projeto Livro Solidário realizada pela Imprensa Oficial do Estado (IOE), na brinquedoteca do hospital. Na ocasião um teatro de fantoches para contar o verdadeiro significado do Natal prendeu a atenção dos pacientes que em seguida receberam kits pedagógicos com livros e revistas para colorir. A programação iniciou desde a segunda-feira e encerrará na sexta-feira, 05  de dezembro na Santa Casa de Misericórdia, em comemoração pelo  Dia Internacional do Voluntariado.
O projeto Livro Solidário iniciou em 2004 com doações de livros para comunidades carentes. Em 2011 foi retomado e aperfeiçoado  com a revitalização e implantação de espaços de leitura  na região metropolitana de Belém e posteriormente com a entrega de carrinhos para este fim  nos hospitais púbicos pela Imprensa Oficial, atualmente está vinculado à “ Articulação e Cidadania” do Governo do Estado. “Nós arrecadamos livros, gibis e revistas e formalizamos uma parceria com a Sociedade Bíblica do Brasil e com outras editoras de Belém para livros novos, já os livros usados são doados pela sociedade civil”, explicou Lucila Girão da Assessoria Técnica do Projeto.
Morador do município de Moju, Rosedival Lobato,32, acompanha o filho Robert de apenas 3 anos de idade em tratamento contra leucemia no HOL e aprova o projeto. “Meu filho ainda não sabe ler, mas ele sempre vem aqui, pega uma revista para colorir e se diverte com as figuras, realmente pé algo muito interessante para as crianças”, disse. 
A coordenadora da Escola Prosseguir, Zoê Cota,  destaca os benefícios do Livro Solidário para a classe hospitalar.  “Ajuda não somente no assessoramento pedagógico, mas na diversão dos nossos alunos. O acervo é bem diferenciado e agrada todos os gostos, percebemos que as crianças utilizam bastante os livros”.  O aluno Thiago  Rodrigues,12, gosta de ler e tem preferência pelos Gibis da Turma da Mônica. “Leio sempre que chega um livro novo, mas gosto mesmo é das histórias em quadrinhos que são bem engraçadas”. 
O Hospital possui cinco  Carrinhos de Leitura distribuídos pela clínica de hematologia,  2º Departamento de Câncer, pediatria, quimioterapia, Centro Hospitalar Jean Bitar e Núcleo de Acolhimento ao Enfermo Egresso ( Naee). Para Lucíla, o projeto  incentiva a leitura e promove entretenimento no ambiente hospitalar. “Os carrinhos vão até os leitos atender as crianças internadas, pacientes e acompanhantes. Além de estimular o hábito da leitura, ocasiona um momento de prazer para os pacientes. Nada melhor que ler para esquecer um pouco aquele momento difícil que a pessoa está vivendo e usufruir dos benefícios do mundo da imaginação”, ressaltou.
A programação alusiva ao Dia Internacional do Voluntariado já visitou o Hospital de Clínicas  Gaspar Viana e Centro de Hemodiálise Monteiro Leite. Amanhã estará no Centro Hospitalar Jean Bitar e finaliza na sexta-feira (05) na Santa Casa. A semana comemorativa contou com a parceria da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), da Associação Beneficente de Capelania Social (Abecas) e a União Norte Brasileira da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD). Quem estiver interessado em  fazer doações para o projeto, deve  entrar em contato pelos telefones (91) 4009-7800/7847 ou  comparecer na sede da Imprensa Oficial, localizada na Travessa do Chaco, nº 2271.
 
Texto: Leila Cruz - Ascom HOL
Fotos: Lenna Arruda







 
 

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Hospital de Clínicas recebe ação leitura do Livro Solidário

Nesta segunda-feira, 1º, pacientes, familiares e integrantes do corpo médico da Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Viana (FHCGV) tiveram sua rotina modificada com a Ação Leitura promovida pela Imprensa Oficial do Estado (IOE) em parceria com a Associação Beneficente de Capelania Social (Abecas), Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), e a União Norte Brasileira da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD).

Entre os pacientes beneficiados com a ação, estava o pequeno Jheyson Soares, de apenas três anos de idade. Ele possui uma veia obstruída no coração e está internado desde setembro. Para a mãe, Regiane da Silva Assis, 29 anos, “é reconfortante ter esses momentos de lazer com nossos filhos e receber uma mensagem de incentivo que a gente tanto precisa”.  Maria dos Santos, 19 anos, também sofre junto com a filha que está internada com problemas no coração, e conta os dias para ter alta. “Se tudo der certo, ela vai ter alta ainda hoje”, disse esperançosa.  Ela também aprovou a iniciativa do Livro Solidário que doou kits pedagógicos para as crianças internadas no hospital.

“Todo apoio emocional é muito bem vindo”, destacou a psicóloga do FHCGV, Tatiana Moltalvão, “pois nossos pacientes e seus acompanhantes se encontram em um momento bastante delicado e qualquer mensagem de esperança faz muito bem para eles”, disse. Tatiana destacou, ainda, que ações como a do Livro Solidário “tira as crianças de suas rotinas medicamentosas e as faz serem apenas crianças”.

O vice-presidente da Associação Beneficente de Capelania Social, Ivan Soares, junto com sua equipe, fez uma oração pedindo a intercessão de Deus pela saúde dos pacientes. “Nós viemos trazer a mensagem de Jesus de cura, esperança, salvação e libertação de todo mal”, esclareceu. Ele louvou a iniciativa da IOE de levar alegria para os pacientes internados em hospitais. “Essa é uma obra muito importante e estamos muito felizes de fazer parte desse momento de alegria. Essa ideia deveria ser estendida para todos os hospitais de Belém”, sugeriu.

Para a técnica do projeto Livro Solidário, Lucila Girão, é muito gratificante ver a alegria nos olhos das crianças e seus familiares. “Nosso objetivo é somar parceiros para colaborar com essas atividades que são desenvolvidas dentro e pelos hospitais”, pontuou.

Ao longo da semana, a ação ainda vai atingir os hospitais Centro de Hemodiálise Monteiro Leite, Hospital Ophir Loyola, Centro Hospitalar Jean Bitar e Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará.

Texto: Ronaldo Quadros
Fotos: Lenna Arruda







sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Livro Solidário vai levar alegria e conforto para crianças e adultos internados em hospitais

De 1º a 5 de dezembro, a equipe do projeto Livro Solidário, coordenado pela Imprensa Oficial do Estado (IOE), em parceria com a Associação Beneficente de Capelania Social (Abecas), Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) e a União Norte Brasileira da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD), fará visitação aos hospitais que possuem os Carrinhos de Leitura já entregues pelo projeto.

A programação começa nesta segunda-feira, 1º, pelo Hospital de Clínicas Gaspar Viana, a partir das 9 horas.  Cerca de 20 crianças internadas no hospital irão participar de oficinas pedagógicas e de leitura, além de receber um kit com livros e revistas novos para colorir. A ação ainda vai atingir os hospitais Centro de Hemodiálise Monteiro Leite, Hospital Ophir Loyola, Centro Hospitalar Jean Bitar e Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará.

Os Carrinhos de Leitura instalados nos hospitais visam auxiliar nos trabalhos das equipes de terapia hospitalar e humanização, possibilitando o acesso à leitura para os pacientes que não tenham condições de sair dos leitos, até as salas de leitura existentes nessas instituições de saúde.

A técnica do Livro Solidário, Lucila Girão, esclarece que para os Carrinhos de Leitura são destinados somente livros novos, evitando, dessa forma, a contaminação dos ambientes por agentes externos. “Temos que ter muito cuidado com a saúde desses pacientes. Por isso estamos destinando publicações novas para evitar o contágio com ácaros e outros agentes presentes nos livros e revistas usados”, pontuou.

Além dos livros e revistas de cultura geral, os pacientes vão receber a publicação ‘Bênçãos de Deus para você’,  editado pela Sociedade Bíblica do Brasil; e ‘Viva com Esperança’, ofertado União Norte Brasileira da Igreja Adventista do Sétimo Dia. “São obras que podem levar um pouco de conforto aos pacientes e seus familiares que estão nesses ambientes muitas vezes e que muitas vezes precisam de uma palavra amiga e de conforto”, observa Lucila Girão.

Uma equipe de chapelões da Associação Beneficente de Capelania Social  vai acompanhar a equipe do Livro Solidário para também vai colaborar na ação.

Texto: Ronaldo Quadros
Imprensa Oficial do Estado

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Alunos do Panorama XXI participam de Ação Leitura

Os alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental do Panorama XXI, em Belém, tiveram uma manhã diferente nesta sexta-feira, 21, durante a realização de mais uma Ação Leitura promovida pelo projeto Livro Solidário, coordenado pela Imprensa Oficial do Estado (IOE).

Os fantoches Bia e Zeca deram as boas-vindas aos alunos e conversaram com as crianças sobre cidadania, educação e a importância da leitura, em um clima de muita descontração e concentração também.  Os alunos aproveitaram o evento para apresentar o resultado de várias pesquisas desenvolvidas em sala de aula sobre meio ambiente, reciclagem e sustentabilidade.

A estudante Viviam Izabel da Silva, de 10 anos, leu uma redação onde transmitiu aos colegas conceitos como a defesa do meio ambiente, por meio de um personagem indígena que protege a floresta lutando contra a desmatamento. Ana Beatriz Saraiva, 10 anos, junto com outros alunos, destacou a importância da reciclagem. 

O pequeno Daniel, junto com o amiguinho Paulo, se destacaram na Ação Leitura. Ambos eram os mais extrovertidos da turma. Daniel disse que sempre frequenta a biblioteca. O que ele mais gosta de lê são as “revistinhas da Mônica” e disse que acha a biblioteca “muito legal, pois tem muitos livros”.
Simone dos Santos Rodrigues, 13, contou que gosta muito de livros, e que os pais dela sempre a incentivam com a leitura. “Aqui na biblioteca a gente sempre encontra livros interessantes, ainda mais agora com os livros doados pelo Livro Solidário”, contou.

Segundo a professora Lúcia Costa, atualmente cuidando da biblioteca, os livros doados vão ajudar a escola a realizar um sonho antigo:“Formar uma turma de contadores de histórias”, pontuou. “Esse é um sonho antigo que ganhou uma nova perspectiva com a parceria com o projeto Livro Solidário, que trouxe um teatrinho para a gente falar da importância da leitura para nossos alunos”, disse.

“É muito gratificante ver a alegria dessa garotada com os livros”, constatou a coordenadora do projeto Livro Solidário, Carmen Palheta. Ela informou que vai tentar viabilizar a revitalização do espaço para que os alunos tenham um ambiente mais agradável e aconchegante para as crianças desenvolverem o gosto pela leitura. “Para isso a IOE fez a doação de 200 livros para reforçar o acervo da escola e está com uma campanha para arrecadar livros, revistas e gibis novos e usados”, informou.

Além do Panorama XXI, o bairro da Terra Firme também vai ser contemplado com um Espaço de Leitura. “As obras arrecadadas vão compor o acervo desses dois novos espaços, além de abastecer os carinhos de leitura instalados nos hospitais da Santa Casa do Pará, Ophir Loyola e Jean Bitar”, confirmou a coordenadora. As doações podem ser feitas pelos telefones 4009-7800 e 4009-7847, ou entregues na sede da Imprensa Oficial, na Travessa do Chaco, nº 2271.

Texto: Ronaldo Quadros
Imprensa Oficial do Estado







 
Fotos: Lena Arruda